Páginas

terça-feira, 3 de maio de 2016

Campanha do agasalho da E.E. Jacques Y. Cousteau (2016)


O frio chegou!
E com ele, nossa ajuda a quem precisa. Por isso, caso alguma peça de roupa em bom estado esteja sobrando em casa, doe para alguém que precise muito de calor humano, literalmente.

Aqueça seu coração e deixe sua doação nos postos de coleta do Projeto Escola da Família de nossa escola!


sexta-feira, 15 de abril de 2016

TRÊS CURIOSIDADES SOBRE A CRASE

TRÊS CURIOSIDADES SOBRE A CRASE

Diferente do que muita gente imagina, a CRASE NÃO É UM ACENTO, mas é o fenômeno da FUSÃO DE DUAS VOGAIS IGUAIS. 
Já o acento que representa essa união é o GRAVE ( ` ), como nos casos de junção da vogal A. 
Mesmo assim, HÁ CASOS EM QUE O USO DO ACENTO GRAVE É FACULTATIVO. Vamos a eles:

1. ANTES DE NOMES PRÓPRIOS FEMININOS
Eu disse a\à Maria que não queria sair hoje.
Acabei de reponder a\à Solange pelo celular.

2. JUNTO DA PREPOSIÇÃO "ATÉ"
Fomos até a\à praia pela manhã.
Levarei o caso até as\às últimas consequências.

3. ANTES DE PRONOMES POSSESSIVOS FEMININOS
A casa está a\à nossa disposição.
Isso diz respeito as\às suas atitudes.
Vamos a\à minha casa depois da aula.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

HISTÓRIA OU ESTÓRIA?

HISTÓRIA OU ESTÓRIA?

Durante muito tempo, ainda na forma arcaica da Língua Portuguesa, a expressão "estória" era aceita ao lado de "história". Mas, após a reforma ortográfica de 1943, "estória" foi abolida, restando apenas "história". Mas, na prática, qual era a diferença?
Tomemos, como exemplo, a Língua Inglesa. Nela, há a diferença entre "story" (história ficcional, como romances, contos, novelas, quadrinhos etc.) e "history" (história documentada, como relatórios, depoimentos, ensaios etc.).
Assim, no Brasil, até 1943, "estória" equivaleria a "story" e, por consequência, "história", a "history". Hoje, tanto faz: seja FICCIONAL ou DOCUMENTAL, a grafia é HISTÓRIA.

PS - O monumental Guimarães Rosa exigiu que seu "Primeiras Estórias" permanecesse com a expressão arcaica, como é até hoje, para mostrar que os relatos do livro permaneciam num universo muito particular, distante da realidade comum. Simples e genial, não?

quarta-feira, 13 de abril de 2016

QUAL O PLURAL DE ÔNIBUS?

QUAL O PLURAL DE ÔNIBUS?

As palavras paroxítonas (em que a penúltima sílaba é a mais forte) terminadas em “-is” ou “-us” são INVARIÁVEIS, não mudam no plural. Ex.:
"Um lápis”, dois lápis, três lápis, mil lápis”.
"O vírus”, “um vírus”, "os vírus”, “uns vírus”.

Assim como “bônus” (um bônus, muitos bônus); "tênis" (um tênis, dois tênis), "pires" (um pires, dez pires) etc.

Por isso, um ônibus ou vinte ônibus têm a mesma grafia.

terça-feira, 12 de abril de 2016

ONDE OU AONDE VOCÊ ESTUDA?

ONDE OU AONDE VOCÊ ESTUDA?

O correto é "ONDE você mora". Isso porque ONDE indica “em que lugar”, e AONDE indica “para que lugar”.
Em outras palavras, ONDE indica a ideia de lugar fixo; já AONDE sugere movimento. Na dúvida, é fácil:

Eu não sei ONDE (em que lugar) é minha sala.
Você viu ONDE deixei minha bolsa?
AONDE (para que lugar) você vai parar com isso?
Meu irmão não sabe AONDE irá passar as férias.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

CENOURA OU ALFACE FAZ/FAZEM BEM À SAÚDE?

CENOURA OU ALFACE FAZ/FAZEM BEM À SAÚDE?

O adequado é "Cenoura OU alface FAZEM bem à saúde". Isso porque há uma ideia de ADIÇÃO dos elementos. Ou seja, um ou outro, seja qual for, possui a mesma função. Ex.:
O 2º A OU o 2º B PODEM fazer o teste de amanhã.
Na vida, honestidade OU gratidão SÃO atributos essenciais a cada um.
Portanto, não se confunda com a partícula OU:
a) Se a ideia é de EXCLUSÃO, o verbo fica no SINGULAR: "Carlos OU Clarice TOMARÁ posse da gerência da empresa".
b) Já se a intenção é de ADIÇÃO, o verbo fica no PLURAL: "Teatro OU cinema SÃO ótimas opções para o final de semana".

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Os policiais DETERAM ou DETIVERAM os assaltantes?

Os policiais DETERAM ou DETIVERAM os assaltantes?
O correto é "Os policiais DETIVERAM os assaltantes". Isso porque o verbo DETER é derivado de TER. 
Assim, DEVE SEGUIR SUA CONJUGAÇÃO. Mais alguns exemplos de verbos derivados de TER:
O professor RETEVE o aluno. (RETER)
Ela ENTRETINHA os convidados durante o evento. (ENTRETER)
Os alunos OBTIVERAM as melhores notas da escola. (OBTER)